segunda-feira, 12 de março de 2012

Imigrantes Holandeses

Imigrantes holandeses

Os Zeeuwse, em um total de 245 pessoas, deixaram a Holanda com destino ao Espírito Santo entre 1858 a 1861. Os Zeeuwse partiram do porto da cidade de Zeeuwses Vlaanderen (fronteira com a Bélgica) da Província de Zeeland (em português: Terra do Mar), Países Baixos. Além do holandês eles falam um dialeto próprio.

Aos holandeses foram destinados terrenos próximos aos tiroleses (Município de Santa Leopoldina e arredores), terrenos esses cobertos de matas virgens. Interessante observar que, para montar suas propriedades, eles adotaram um modelo em círculo: montavam suas casas na confluência do círculo, numatentativa de fazer as famílias ficarem bem próximas umas das outras, protegendo-se dessa maneira, dos bichos das matas tropicais. Faziam a derrubada dessas matas de maneira que elas obedecessem ao mesmo ritmo, com o objetivo de que os terrenos fossem sendo abertos de forma semelhante. Organizavam-se em mutirões para realização das tarefas. A falta de recursos os obrigou a aceitar empregos nas fazendas da região, substituindo os escravos libertos.

Famílias Holandeses que colonizaram Santa Leopoldina:

ANDRIESEN - Vindos de Zeeland, Província de Zeeuwsch-Vlaanderen e Distrito de Zuidzand em 1860, no Navio Mucury em 6  indivíduos, chefe de família IZAAK ANDRIESEN.


BAAS - Vindos de Zeeland, Província de Zeeuwsch-Vlaanderen e Distrito de Retranchement em 1861, não consta o Navio em 4  indivíduos, chefe de família PIETER BAAS.
BANCKAERT - Vindos de Zeeland, Província de Zeeuwsch-Vlaanderen e Distrito de Groede em 1859, não consta Navio em 4 indivíduos, chefe de família PIETER BANCKAERT.
BARRA - Vindos de Zeeland, do distrito de Schoondijke em 1861 no Navio São Matheus, em 8 indivíduos, chefe de família PIETER BARRA.
BOONE -  Vindos de Zeeland, distrito de Nieuwvliet em 1860, no Navio Mucury, em 5 indivíduos, chefe de família ISAAK BOONE.
BOONE -  Vindos de Zeeland, distrito de Groede em 1861, não consta o navio, em 6 indivíduos, chefe de família ELISABETH SCHIJVE.
Ps. família composta por 3 Boone filhos de Elisabeth, e mais uma agregada.
BRUGNE - Vindo em 1859, não consta o Navio, sozinho, chefe de família JOHANN BRUGNE.
DU BOIS - Vindos de Zeeland, distrito de Nieuwvliet em 1860 no Navio Mucury em 4 indivíduos, chefe de família IZAAK DU BOIS.

CATSEMAN - Vindos de Zeeland, distrito de Ljzendijke em 1860 no Navio Mucury em 7 indivíduos, chefe de família JACOB CATSEMAN.
CHAMBERY - Vinda de Zeeland, distrito de Oostburg em 1861 no Navio São Matheus, sozinha como agragada, chefe de família PIETERNELA CHAMBERY.

DE BRUIJNE - Vindos de Zeeland, do distrito de Groede em 1859 no Navio Hertig Oscar Frederick, em 4 indivíduos, chefe de família PIETER JOANNIS DE BRUIJNE.
DE MERSSEMAN - Vindos de Zeeland, do distrito de Oostgburg em 1861 no Navio São Matheus, em 5 indivíduos, chefe de família JANSJE DE MERSSEMAN.
DEN HOLLANDER - Vindos de Zeeland, do distrito de Zuidzand em 1861, não consta o Navio, em 10 indivíduos, chefe de família MARINUS DEN HOLLANDER.


EEKHOUT - Vindo de Zeeland, distrito de Retranchment, em 1860, no navio Mucury, sozinho, chefe de família ADRIAN EEKHOUT.

FREIMOUW - Vindos em 1860 de Zeeland, distrito de Zuidzand, no Navio Mucury, em 3 indivíduos, chefe de família IZAAK FREIMOUW.

GILLIKE - Vindos de Zeeland, do distrito de Zuidzand em 1859, não consta Navio, em 2 indivíduos, chefe de família  ABRAHAM GILLIKE.
GILLIKE - Vindos de Zeeland em 1859, não consta o navio, em 6 indivíduos, chefe de família JANNIS GILLIKE.


HALKERZ - Vindos em 1859, não consta o Navio, em 8 indivíduos, chefe de família JOHANN HALKERZ.
HEULER - Vindos em 1862 de Zeeland,  distrito de Nieuwvliet, não consta o Navio, em 7 indivíduos, chefe de familia PIETER HEULER.
HOEVENAAR - Vindos de Zeeland, Província de Zeeuwsch-Vlaanderen e Distrito de Cadzand em 1860, no Navio Mucury em 5  indivíduos, chefe de família ABRAHAN HOEVENAAR.




LEENHOUTS - Vindos de Zeland distrito de Schoondijkeem 1862, não consta o Navio, em 8 indivíduos, chefe de família IZAAK JANNIS LEENHOUTS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário